Sunday, April 06, 2014




quer partir logo pro the end? pensa comigo, qualquer palestra de bacana que se deu bem na vida começa com “no mundo atribulado de hoje”, depois segue com algum dramazinho pessoal levemente cômico e voilà! você pode ter a receita do sucesso que justifique as 650 pilas que você investiu no falatório e sair feliz da vida porque, além de tudo, teve direito a um brunch. então, minha proposta é: vamos direto às tortillas. todo o resto, meu querido, são preliminares do fim. vai ser aquela mesmice que une o “oh, estamos apaixonados e dessa vez vai ser diferente” ao “a gente precisa conversar”. aí é aquele inferno de procurar palavras, construções gramaticais que amenizem a merda toda, referências a uma infância problemática, você merece coisa melhor que eu e blablablá. ninguém mais tem saco pra isso. e aquela parte da tristeza, então? as pessoas começam a te dar tapinhas nas costas com aquele olhar de comiseração e, porra, isso é chato pra caramba. e a gente começa a ler histórias de desgraças em algum canto do mundo pra se sentir menos miserável. mas a verdade é: não adianta nada. a coisa é tipo vírus, que tem lá seu período de incubação, seguido por sintomas escabrosos, até que uma hora ele simplesmente se manda. o que a gente aprende disso tudo? porra nenhuma. e então, vai mesmo me pagar esse drink?

2 comments:

Calum Phipps said...

hi there, can you help me please?

the photo of the lady with the wine? do you know what it is called please? and where i may be able to buy it?

many thanks

Lady said...

I'm sorry, Calum, I don't know the name of the picture or it's creator.
I just found it on the internet.