Sunday, May 23, 2010

Infinito enquanto dure?

O amor acaba ou as pessoas desistem muito fácil?
Às vezes nos deixamos seduzir mais pela idéia do recomeço do que realmente por um novo amor. Pela idéia de um livro em branco onde podemos interpretar o papel que quisermos, já que o outro não nos conhece.
Mas não entendo como as pessoas se seduzem por isso e esquecem como é bom estar com alguém que nos conhece de verdade, que sabe nossos medos, nossos sonhos, que já riu e sonhou tantas vezes conosco.
Talvez seja medo de perder os outros amores que poderiam ser vividos ou medo de perder tempo.
Medo. Talvez seja medo.
Mas os amores se reinventam, mudam, evoluem e mudar não é necessariamente ruim. Quem suportaria viver a vida inteira naquela ansiedade do amor novo? Não conseguir trabalhar direito esperando um telefonema...
Mudar faz parte. O que não faz parte é não ser corajoso e sábio o suficiente, para usar a mudança a nosso favor.

4 comments:

Samuel said...

Olá, gostaria de te convidar para participar de uma rede de conteúdo para blogueiros.

Chama Ocasional, se você tiver interessa veja como funciona a rede aqui em www.ocasional.com.br/howto.aspx ou então pode enviar um email no smatosjr@gmail.com

Abs,
Samuel

Lone Wolf said...

É. Bom, mudar é interessante e essencial.
E é preciso ter coragem.
Mas acho que o ideal é ter os motivos certos pra mudar e a pessoa certa por quem mudar.
Acho que duas pessoas se apaixonam e se amam muitas vezes, sempre mudando e mudando...

Lady said...

Tô mudando, tentando me acostumar com essa nova Lady solteira.
Né fácil não, bichim! :P

Lone Wolf said...

Oras.
Vivendo e aprendendo. Errando e se %$D#dendo.

Anyhow, enjoy. =)