Saturday, February 06, 2010

TÃO FELINO!...



Tão felino, a verdadeira pantera,
Dos meus sonhos de menina!...
E o meu corpo pelo pecado espera
Quando ele me salta em cima...

Sinto-me a bela da história da fera...
Não mais estou só, perdida...
Meu íntimo, convulso, desejos gera,
Do supremo gozo criador de vida.

Ejeta-me no ar como um projétil
Com o prazer que me faz sentir.
Tira-me o ar... não posso mentir,
Que tornou meu ventre campo fértil

Preparado para receber a semente
Que vem desse Apolo nu no meu leito,
Que tateando flores no meu peito
Fez, do meu côncavo, morada permanente...

3 comments:

Mandy said...

Alguém segure essa mulher agora! huahauahauah

Rafael "Lone Wolf" said...

É... eu... eu... é... é que... Não, é que... então, eu... erm...
*silêncio constrangedor*

Lady said...

haajhahahahhahahah!! :D